TEXTOS

O que pensam os brasileiros?

12 de Dezembro de 2013

Vale a pena examinar com um pouco mais de atenção a recente pesquisa Datafolha sobre o que pensam os brasileiros, em termos ideológicos, diante de questões ligadas ao comportamento e a temas econômicos.
E o prezado leitor o que diz diante de uma pergunta específica sobre a carga de tributos no Brasil, por exemplo? É preferível pagar mais e receber serviços gratuitos de educação e saúde ou é melhor desembolsar menos para o governo e contratar particularmente necessidades fundamentais?
E sobre a pena de morte: não cabe nunca, mesmo em caso de crimes graves, ou o sr. e a sra. pensam que sim, ela é aplicável como a melhor punição para a criminalidade hedionda?

+++


Antes de respostas, examine-se o quadro geral da inclinação dos brasileiros quando confrontados com essas duas questões, o comportar-se e a economia.
Tendem à esquerda, 10%; à centro-esquerda, 31%; ao centro, 20%; centro-direita, 29% e à direita, 10%, ou seja, metade/metade.
Mas, em se tratando de temas específicos, nem sempre é exatamente assim. Indagados se os adolescentes que cometem crimes devem ser reeducados ou devem ser punidos como adultos, 26% responderam reeducação e 72% punição.

+++


O rendimento das pessoas influencia, é claro, sua forma de pensar. No Nordeste, onde está a população mais pobre do país, e entre aqueles que recebem até dois salários mínimos, o estrato mais baixo de renda, 53% preferem a ajuda do governo para melhorar a vida, mas no índice global do país, há um rigoroso empate: 47% pensam dessa forma enquanto outros 47% entendem que, quanto menos depender do governo, melhor.
E o leitor acredita em Deus e entende que essa crença melhora as pessoas ou não necessariamente? Se optar pela primeira resposta, fará parte da grande maioria (87%), a diferença mais significativa entre todas as questões propostas.
Se responder sim à migração, entendendo que os migrantes pobres contribuem com o desenvolvimento e a cultura, estará alinhado à esquerda, com 67%, enquanto outros 25% pensam que esses pobres migrantes acabam criando problemas para as cidades.

+++


O que pensam os brasileiros sobre a pobreza? A grande maioria (65%) entende que ela existe por estar ligada à falta de oportunidades iguais, enquanto 32% optam por dizer que boa parte dela está ligada à preguiça de pessoas que não querem trabalhar.
Em outro quesito comportamental, também, a maioria (68%) se alinha à esquerda e entende que deve ser proibida a posse legalizada de armas, enquanto 30% responderam que esse deve ser um direito de todo o cidadão, para sua defesa pessoal e de sua propriedade.
Sobre as duas questões iniciais, o empate está próximo: 43% preferem pagar mais impostos e receber saúde e educação gratuitas, contra 49%. E quanto à pena de morte, 49% são contra, 47% a favor.
Há muito o que pensar.