TEXTOS

Um Fronteiras de muito pensar

28 de Fevereiro de 2013

Estive no lançamento da edição 2013 do Fronteiras do Pensamento, na última semana. E ao deixar o British Club, trouxe comigo a impressão de que teremos este ano uma das edições mais expressivas do ciclo de palestras, pela importância e pela qualificação dos conferencistas convidados.
Estamos falando daquele que é hoje o maior evento cultural do país. E que deve orgulhar o Rio Grande.

+++

No rol dos conferencistas, estão alguns nomes que tem a minha mais profunda admiração.
É o caso do jurista José Ramos-Horta, Prêmio Nobel da Paz, líder da resistência de seu país, o Timor Leste, ao tempo da invasão pela Indonésia. Defensor dos Direitos Humanos, acabou presidente do Timor, até o ano passado.
Outra Nobel da Paz que vem a Porto Alegre é a liberiana Leymah Gbowee, também consagrada pela defesa dos direitos das mulheres. Dedicou-se ao trabalho de recuperação de das crianças que foram menino-soldados na Segunda Guerra Civil de seu país e, para ela, as mudanças sociais devem ser realizadas pelas mães.

+++

Nome expressivo é o do médico e neurocientista português António Damásio. Diretor do Instituto do Cérebro e da Criatividade na Universidade do Sul da Califórnia, notabilizou-se pelas descobertas na área da neurobiologia da mente e do comportamento, a partir da busca de respostas para questões filosóficas com base no conhecimento do cérebro. É autor de O erro de Descartes e O sentimento em si.
Manuel Castells é sociológo espanhol, tem dezenas de títulos e se dedica, há mais de duas décadas, a pesquisar um tema fascinante: os efeitos da informação sobre a economia, a cultura e a sociedade. No livro A sociedade em rede, analisa a dinâmica socio-econômica na era da informação e as transformações que as novas tecnologias produzem em nossas vidas.
Peter Singer é pensador australiano, estudioso de questões práticas da ética sob uma perspectiva utilitarista, e considerado um dos mais importantes filósofos contemporâneos.
Perry Anderson é historiador e ensaísta político da Grã Bretanha. Escreveu Espectro - da direita à esquerda no mundo das idéias e As origens da pós-modernidade.
Paul Zak, neuroeconomista norte-americano, professor na Universidade de Claremont, Califórnia; Kwame Anthony Appiah, pensador ganês, considerado um dos principais pensadores da modernidade e a escritora britância Karen Armostrong, com uma temática voltada para a dicotomia entre religião e filosofia completam o time de convidados do exterior.
A conferencista do Brasil será Marina Silva, ex-senadora, ex-ministra do Meio Ambiente e provável candidata, mais uma vez, à Presidência da República.
Vai ser ocasião excelente para conhecer ainda com mais profundidade o que ela quer com seu novo partido, a Rede.

+++

O leitor pode ter uma prova do que tem sido esse ciclo acessando o portal www.fronteiras.com. Dá muito o que pensar.